Alimentos iguais, nomes diferentes!


 

Muitos se confundem ao ouvir palavras como batata-baroa, bergamota, e outras, que completam nosso dicionário farto e com uma diversidade tão grande quanto nossa extensão territorial. Isso se deve ao fato de encontrarmos no Brasil objetos, lugares e alimentos com nomes diferentes em cada região do país. Conheça alguns desses nomes:

Macaxeira, mandioca ou aipim? 

Foto: getty images

 

Planta da família das euforbiáceas, que tem a casca marrom, fibrosa e com polpa branca e dura. Existem dois tipos: a amarela e a branca. Esse alimento recebe nomes diferentes de acordo com a região. No Sul e Sudeste é conhecido como mandioca. No Norte e Nordeste, macaxeira ou aipim. No Rio de Janeiro, também se ouve o nome aipim. Ele pode ser consumido frito, cozido ou ser utilizado no preparo de diversos pratos. Cem gramas de mandioca cozida tem em média 125kcal.

Bergamota, tangerina ou mexerica?

Foto: getty images

 

Os três termos se referem à mesma fruta. Na região Sul do país, principalmente Rio Grande do Sul e Santa Catarina, seu nome é bergamota. Já no Sudeste e Nordeste, a encontramos como mexerica ou tangerina. Em Curitiba, ela já recebe outro nome curioso: mimosa. As variedades mais conhecidas são a ponkan, mexerica, cravo, mandarina e morgote. Encontrada principalmente entre os meses de abril e setembro, é fonte de vitaminas A, B e C, além de minerais como ferro, fósforo, cálcio, potássio e sódio. Cada 100 gramas desta fruta tem em média 43kcal.

Fruta do Conde, ata, pinha?

Foto: getty images

É conhecida como fruta do conde no Sul e Sudeste, pinha no Nordeste e Distrito Federal. Em alguns Estados também do Nordeste, sua designação é ata. Acredita-se que o nome “fruta do conde” teve origem pelo fato da primeira espécie da muda ter sido plantada, na Bahia, pelo governador Diogo Luís de Oliveira, o Conde de Miranda. Ela é fonte de vitaminas do complexo B e C. Cada cem gramas tem aproximadamente 107kcal.

Batata-baroa, batata salsa ou mandioquinha?

Foto: getty images

Este tubérculo é fonte de vitaminas do complexo B, ferro e potássio. Veio dos Andes e espalhou-se rapidamente pelo Brasil. Aqui recebeu diversos nomes, como mandioquinha, batata baroa, salsa, cenoura branca, batata fiuza, entre outros. Os paranaenses a chamam de batata salsa, os cariocas, batata-baroa e os paulistas, mandioquinha. Muito utilizada no preparo de sopas e purê. Cada cem gramas de mandioquinha cozida tem em média 80kcal.

Pão francês, pãozinho ou pão de sal?

Foto: getty images

Esse é o campeão de denominações, não somente de acordo com a região, mas também em diferentes cidades. Por exemplo, em São Paulo é conhecido como pãozinho ou pão francês. Em Santos, litoral do estado, é conhecido como média.
A lista de nomes vai longe e inclui cacetinho, pão de trigo, pão de sal, carioquinha, careca,pão d´água, bengalinha, entre vários outros. Um pão francês de cinquenta gramas tem aproximadamente 150kcal.
Esses foram somente alguns exemplos. Devido a grande extensão e variedade cultural existente no Brasil, encontraremos outros alimentos com denominações diferentes. Entretanto uma coisa é certa: independente da região em que você mora, o consumo desses e de outros alimentos pode e deve fazer parte de uma dieta saudável e balanceada.


About these ads

Um comentário sobre “Alimentos iguais, nomes diferentes!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s