Quinoa, camarões e aspargos


Fotos: Dirceu Garcia/Comércio da Franca

Prato é ideal para os dias de verão

Sônia Machiavelli

Editora 

Às vezes me perguntam qual o critério de escolha das receitas que elejo para esta página. Respondo que elas surgem quase sempre da minha curiosidade em testá-las, depois de as ter experimentado em algum lugar ou lido a respeito de sua origem. Coincidências também me conduzem neste universo de sabores. Pois estava , semana passada, pensando no que fazer com um punhado de quinoa que se escondia no fundo de pote em armário, quando me deparei com recorte de revista guardado há algum tempo. Era uma entrevista com Roberta Sudbrack falando da excelência da quinoa. Roberta, que esteve à frente dos cardápios do Alvorada nos dois governos de Fernando Henrique Cardoso, discorria sobre a importância do grão, oriundo dos Andes e essencial na milenar dieta dos povos quechua e aymairás, tendo sido avaliado por órgão da ONU responsável pela Agricultura e Alimentação como ‘um dos alimentos mais nutritivos do planeta’. Nem seriam necessárias muitas pesquisas para aquilatar as grandes quantidades de proteínas, carboidratos, cálcio, ferro, fósforo e filbras nas amostras pesquisadas. Bastaria atentar para o fato de que a quimoa vem garantindo a vida dos povos indígenas no difícil altiplano. Arqueólogos encontraram em 2001 sementes fossilizadas de quinoa em cultura colombiana datada de 10 mil anos.

Assertiva, despachada e alegre, a chef carioca elabora pratos que se destacam pela combinação à primeira vista inusitada. O paladar aprova quase de imediato as mesclas que redundam em sabores maravilhosos. É o caso da taça que tem a quinoa como ingrediente básico. De início me perguntei se ficaria gostosa, pois a quinoa é delicada, sua textura é quase impalpável, enquanto camarões e aspargos têm personalidade forte. Decidida a tirar a dúvida, parti para a cozinha e o resultado surpreendeu a mim e aos que experimentaram. Já tinha feito tabule de quinoa, mas a taça que você vê na foto fica muito mais gostosa. E é facílima de preparar, além de ter uma apresentação chique. Como lembrou a chef, quem disse que para ser elegante um prato exige longo e complicado preparo?

Comece pelos camarões. Limpe, descasque (deixe alguns inteiros para finalizar) e cozinhe rapidamente em água fervente (cerca de quatro minutos). Retire com espumadeira e coloque em vasilha de água com gelo para parar o cozimento e manter a cor rosada. Lave os aspargos e cozinhe da mesma forma, mantendo a técnica para que permaneçam crocantes. Reserve algumas pontas para ornamentar e corte os restantes em pequenos cubos. Retire as sementes mas mantenha a pele dos tomates e os corte também em cubos. Coloque a quinoa em uma panela, cubra com água fria e cozinhe até que fique al dente, o que leva aproximadamente dez minutos. Retire, escorra em peneira fina, tempere com azeite de oliva, sal e pimenta do reino moída na hora. Deixe esfriar por completo e misture delicadamente os camarões, os aspargos e os pedacinhos de tomate. Coloque em taças e enfeite a gosto.

Clique na imagem para ampliar:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s