A versátil abobrinha


Foto: Dirceu Garcia/ Comércio da Franca

Sônia Machiavelli

Edutora 

“Araruta tem seu dia de mingau” – Ditado popular

Fui conhecer a Sicília, ilha italiana que fica na ponta do pé da bota, como uma bola prestes a ser tocada, assim compreendido o mapa como imagem. Chamada antigamente Trinaclia, pela forma triangular, a região colonizada por gregos, romanos, árabes e normandos foi se configurando como caldeirão de culturas que se integraram produzindo uma civilização singular num cenário de belezas deslumbrantes. Difícil dizer o que mais me impressionou, se andar pelo teatro de Siracusa, cidade fundada antes de Roma, se olhar as águas azuis do Mediterrâneo do alto de um recorte de pedra em Taormina, cuja igreja incrustada na montanha exibe arquitetura extraordinária. Entre as duas experiências, muitas outras impactantes, como mirar as ruínas de Agrigento, visitar o Vale dos Templos, subir à cidadela medieval de Erice, admirar a complexidade de uma construção gigantesca em Aci Castelo, combinação das lavas do Etna com o engenho humano. Tudo novo aos meus olhos que se abriam ao fulgor das coisas até então desconhecidas.

Mas o que gostaria de dizer mesmo por aqui é que entre os fatos da cultura e os dados da natureza, fiquei muito surpresa com a descoberta de que os sicilianos podem preparar uma receita diferente de abobrinha ao longo de todo o ano. Se não fosse pelo excesso de peso na bagagem que já acomodava várias publicações, teria comprado um livro que trazia 365 maneiras de preparar zucchini! Não se espante o leitor. É grande a criatividade deste povo, formulador de uma cozinha que desperta interesse de médicos e nutricionistas, pelo número de longevos habituados a aproveitar ao máximo e com inteligência o que a natureza lhes oferece em cada estação. No caso da abobrinha, o ano inteiro. Ela pode chegar à mesa na forma de entrada, os conhecidos antepasti, com o maravilhoso pão que só eles sabem fazer. Ou assada, gratinada, frita, grelhada, cozida no vapor, sempre al dente. Recheada com carne moída, sardinha, atum, salmão, frango, calabresa, lombo suíno, presunto cru. Em saladas, com suas flores, temperada com hortelã e o azeite único daquelas oliveiras que cobrem espaços milenares. Podem estar cortadas em rodelas, tiras, cubos, triângulos, fatias. Fingem-se de bolos, tortas, suflês, fritadas, quiches, bolinhos, panquecas. Cobrem-se de molhos de tomate, branco, bechamel. Incrementam-se com queijos. Viram cremes e sopas. Acompanham ovos mexidos. Com arroz constroem um dos mais consumidos risotos da ilha, pródiga no limão siciliano que confere seu toque personalíssimo a quase tudo. E com os macarrões curtos desafia nossa capacidade de enumeração: vem enriquecendo as travessas fumegantes de farfalle, conchiglie, penne, fusilli e tantas outras formas que a memória nem conseguiu mais reter.

Um dia, já no final da viagem, um prato despertou comentários plurais. Entre peixes diversos, massas, risotos, saladas de folhas sempre muito frescas, aquela preparação exibia algo de especial, talvez pelo aroma, quem sabe pela combinação de cores. Cativou os brasileiros. Uma amiga me pediu que prestasse atenção e tentasse reproduzi-lo em nossa terra. Fiz isso ontem, e usei o fotógrafo Dirceu, minha ajudante de cozinha Elza, o filho André e sua noiva Débora como cobaias. Não sei se para agradar, disseram que tinha ficado muito bom. Como rasparam a travessa, dei crédito. Vai aí a minha interpretação do prato, a cuja receita original não tive acesso. Meus parâmetros foram os órgãos do sentido. Trata-se de uma abobrinha grelhada, cujas tiras funcionam como lasanha. O molho é de tomate, alternado com uma mistura de ricota e parmesão ralado. O tempero principal é o orégano. Depois de montados os ingredientes, leva-se ao forno para gratinar. O perfume é inebriante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s