Os tipos de óleos de cozinha


Foto: divulgação

A quantidade de óleos de cozinha que os supermercados oferecem em suas prateleiras é tamanha, que é difícil escolher e saber qual é o melhor para o tipo de alimento que vai ser preparado.

E para contrariar o que muitas pessoas afirmam, a gordura é necessária para o corpo humano, claro que em quantidades específicas. Elas se dividem em saturadas, que são de origem animal e provocam o aumento do colesterol ruim; as insaturadas, onde estão os óleos de cozinha, que causam a diminuição do colesterol ruim sem prejudicar o bom e por último as poli insaturadas, que colaboram para a diminuição dos dois tipos de colesterol. Sendo assim, o óleo de cozinha ideal é aquele que contém maior quantidade de gorduras mono insaturadas.

Os óleos vegetais quando são consumidos de maneira correta, são saudáveis ao corpo e ainda oferecem energia e bom funcionamento para o intestino, além de enviar as vitaminas para as células.

Veja a lista dos mais comuns e os benefícios de cada, assim quando for utilizá-los poderá escolher o mais certo.

Óleo de soja: Rico em ômega 3, ômega-6, ômega 9 e vitamina E. É um excelente redutor de colesterol e uma fonte antioxidante natural.

Óleo de canola: Considerado um dos mais saudáveis devido ser o que possui menor teor de gordura saturada entre os óleos vegetais. Tem grande quantidade de ômega 3, 6 e 9, é forte auxiliar no controle da pressão arterial, na prevenção de doenças do coração e, também, funciona como antioxidante no combate os radicais livres.

Óleo de linhaça: Ótima fonte de ômega 3, magnésio, potássio e minerais fundamentais para um bom funcionamento do organismo.

Óleo de girassol: Além do ômega 3, 6 e 9, é rico em vitaminas A, D, E e complexo B, tem ácidos graxos e minerais como magnésio. Previne doenças cardiovasculares, ajuda no controle da pressão arterial e reduz os níveis de colesterol sanguíneo.

Óleo de milho: Possui 60% de ômega 3, o que previne alterações metabólicas relacionadas com dermatites, perda de peso e arteriosclerose .

Óleo de algodão: Rico em vitamina E, ácidos graxos, ômega-9 e ômega-3. É uma excelente fonte de tocoferol, um antioxidante natural.

Azeite de oliva: O azeite contribui com a diminuição do mau colesterol (LDL), promove o aumento do bom colesterol (HDL), protege contra o câncer e problemas no coração, além de ser uma boa fonte de ômega-9. Possui vitaminas A, D, E K e é um ótimo antioxidante, que retarda o processo de envelhecimento celular. Acelera o funcionamento do metabolismo, facilita a digestão, melhora a absorção de cálcio e minerais, age positivamente no funcionamento do estômago e do pâncreas. As gorduras mono insaturadas modificam a distribuição de gordura corporal e diminuem o acúmulo na região abdominal. Por isso, podemos dizer que o azeite tem efeito antibariga e ajuda a afinar a cintura.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s