Diferenças entre o salmão de cativeiro e o selvagem


(Fonte: Gettyimages)

(Fonte: Gettyimages)

O salmão está cada vez mais na mesa dos brasileiros. O país é o terceiro maior importador do peixe no mundo, atrás do Japão e dos EUA. Entretanto, os peixes consumidos aqui provém de cativeiros e possuem propriedades diferentes daqueles pescados em ambientes naturais.O salmão é capaz de prevenir o Alzheimer, a depressão e doenças cardiovasculares por ser rico em ômega 3. Também é uma ótima fonte de proteínas.

Entre as diferenças do salmão de cativeiro e do selvagem está a sua pigmentação. O salmão de cativeiro é colorido artificialmente, pois a cor característica do salmão selvagem é adquirida por meio de sua alimentação durante o seu desenvolvimento.

A revista Science publicou, em 2004, uma pesquisa da State University de Nova York, em Albany, nos EUA, que indicava que a pigmentação artificial era uma substância cancerígena. Entretanto, a nutróloga Marcella Garcez, membro da Abran (Associação Brasileira de Nutrologia), acredita que o problema do ambiente artificial é que os peixes se tornam mais suscetíveis a desenvolverem doenças que são combatidas com substâncias que contaminavam o ambiente em que eles ficam confinados.

Confira abaixo uma tabela comparando as propriedades dos dois salmões, desenvolvida por Garcez:

Tabela

Tabela comparativa desenvolvida por Marcella Garcez (Fonte: UOL)

Fonte: UOL

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s