Sorvete que brilha no escuro


(Fonte: Divulgação)

(Fonte: Divulgação)

A sorveteria Lick Me I’m Delicious do famoso sorveteiro britânico Charlie Francis criou uma versão do doce que brilha no escuro. Mas o que mais surpreende nisso não é o fato do sorvete parecer um sabre de luz, mas seu brilho se originar de águas-vivas!

Tudo começou com a curiosidade de Francis que foi instigada ao ler um estudo sobre a fluorescência do animal. Daí ele pediu a cientistas chineses que conseguiram isolar a proteína fluorescente presente nas águas-vivas, o que possibilitou a Francis introduzi-las na receita do sorvete.

O princípio que ativa a proteína é o mesmo no animal e no sorvete, o movimento. Conforme você mexe na massa do sorvete para pegar um pedaço e colocá-lo na boca, o sorvete fica fluorescente. Sobre a toxicidade da matéria-prima, Francis garante que ninguém que a experimentou ficou doente ou brilhando no escuro.

Ainda em fase de experimentação, o sorvete terá um preço meio salgado. Cada casquinha sairá por 140 libras, já que há certa dificuldade em obter a matéria-prima. Pensando nisso, Francis criou outro sorvete com sorbet de gim e tônica e quinina para simular o efeito da proteína da água-viva.

Fonte: Mega Curioso

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s