Bélgica faz campanha para batata frita se tornar patrimônio da Unesco


shutterstock_233936014

Ninguém sabe ao certo qual é a origem das deliciosas batatas fritas. Mas, recentemente, os belgas tem defendido que o prato é uma invenção nacional e pedem para que elas sejam declaradas patrimônio cultural imaterial da Unesco.

A ideia foi inicialmente proposta por Flandres, região que fica ao norte do país. Foram os cidadãos de lá que inscreveram as batatas fritas na lista de seu patrimônio imaterial. Agora as comunidades de Valônia e Bruxelas farão o mesmo. “Trata-se de um passo necessário para poder apresentar o dossiê à Unesco”, explicou o porta-voz do ministro da Agricultura, René Collin.

A Bélgica conta com 81 mil hectares dedicados somente ao cultivo de batatas o que produz cerca de 7 milhões de toneladas por ano. A premiação daria maior respaldo aos produtores locais e consagraria de vez esse prato tão popular.

Para incentivar a Unesco, o país está promovendo a “semana das fritas”, que acaba no próximo dia 7. Serão distribuídos gratuitamente até o final da campanha cones com batatas fritas nos cerca de 5.000 “frikots”, estabelecimentos especializados em batata frita.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s