Torta floral de maçãs


TORA

A amiga Rita Moscardini postou foto maravilhosa de uma torta de maçãs difícil de reproduzir. Mas vamos lá. As mais habilidosas podem conseguir. Tem de ter mãos de artista. Acho que a irmã da Rita, a Maria Helena Silvestre, conseguiria formar rosas com rodelas das frutas.

Ingredientes
6 maçãs vermelhas tipo Gala
50 gramas de manteiga
Açúcar vanila (que tem gosto de baunilha) para polvilhar
Caramelo com toque de sal
1 disco de massa folhada
Creme de confeiteiro
½ xícara de leite
2 gemas
70 gramas de açúcar vanila
2 colheres (sopa) de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de farinha de amêndoas
Há que se começar pelo creme de confeiteiro. Ferva o leite. À parte bata as gemas com açúcar até que a mistura fique esbranquiçada. Junte a ela as farinhas- a de trigo e a de amêndoas. Mexa bem e, sempre mexendo, reúna o leite quente aos pouquinhos. Coloque tudo numa panelinha e leve ao fogo baixo, continuando a mexer até que o creme engrosse. Deixe esfriar e reserve.

Passe às maçãs. Lave bem. Retire o miolo e as sementes. Corte em rodelas finíssimas- caso contrário, não vai conseguir torná-las flexíveis e enrolá-las para formar as pétalas das rosas. Uma internauta diz que pegou um pequeno retângulo da massa folhada – que é comprada pronta e constitui a base desta torta – e nele enrolou cada metade de rodela de maçã formando um tipo de funil, que seria o miolo. Ao redor deste miolo ela foi colocando outras metades, que seriam as pétalas. De pétala em pétala, uma rosa e depois outras.
Feitas as flores, a massa folhada é espichada sobre superfície enfarinhada e colocada a cobrir o fundo e as laterais caneladas de uma forma redonda de aro removível. Em cima da massa, espalhe fina camada de creme caramelo salgado, cuja receita vai abaixo. Em seguida, esparrame o creme de confeiteiro. Em cima dele disponha as rosas de maçã bem juntinhas. Polvilhe açúcar e alguns pedacinhos de manteiga gelada. Coloque em forno quente, 180º, durante 30 minutos. Ao retirar do forno, coloque um pouquinho do caramelo no miolo de cada flor. Espere esfriar e retire o aro da forma. Pode servir.

O tal caramel au beurre salé se faz levando o açúcar (160 gramas) ao fogo até que derreta e fique dourado, o que leva uns três minutos. Durante este tempo, em caçarola ao lado, aqueça meia xícara de creme de leite com soro. Retire o caramelo do fogo e vá juntando aos pouquinhos o creme de leite quente. Mexa com energia e quando não houver mais bolhas, reúna a manteiga salgada (80gramas) , mexendo um pouco mais. Está pronto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s